Destaque, Tecnologia

3 pontos a considerar na hora de escolher um software para PME

Você já parou para se perguntar quais são os pontos que devem ser considerados na hora de escolher um software de gestão para PME? Será que você sabe o que é importante e o que vai fazer a diferença para a sua pequena ou média empresa?

Neste post eu vou ajudá-lo a responder essa pergunta, mostrando algumas características que você deve observar para escolher um bom software. Vamos lá?

1. Entenda a sua empresa

Antes de mais nada, é preciso que você entenda o seu negócio, ou seja, conheça a fundo o setor em que você atua, saiba qual é o tamanho exato da sua empresa e o volume de suas atividades.

Além disso, é necessário também que você compreenda o momento em que você está e aonde pretende chegar. Com base nesses dados, você poderá começar a definir qual é o melhor sistema para a sua organização.

Eu posso afirmar que, com essas informações em mãos, você já tem meio caminho andado, pois elas representam boa parte das características da sua organização.

Assim, será possível definir quais módulos serão necessários e escolher entre as diferentes formas de integração, relatórios e demonstrações que precisarão ser geradas e enviadas ao governo e outros órgãos.

2. Conheça as suas necessidades

Além de conhecer a sua empresa, recomendo que você entenda exatamente quais são as suas necessidades como gestor.

De nada adianta ter em mãos um excelente software com múltiplas funções se você não utilizar esses dados para nada. Portanto, é preciso compreender como funciona o seu cotidiano gerencial.

Comece analisando, por exemplo, se você precisa acompanhar de perto o fluxo de caixa (que é uma ótima ferramenta financeira e de gestão) e de que maneira quer observar os custos da empresa.

Com base nessas informações, fica mais fácil definir qual o tipo de sistema mais adequado e útil às necessidades do seu negócio e às suas demandas como gestor.

3. Saiba mais sobre o software para PME

Uma boa dica que posso dar é pesquisar diferentes softwares e tentar entender o que eles oferecem como diferencial.

Lembre-se de considerar o custo-benefício, mas também leve em conta a praticidade, o suporte e a usabilidade do sistema. É muito importante que ele tenha uma linguagem acessível a todos os seus colaboradores e que seja fácil de operar.

Outro ponto que eu recomendo verificar é o atendimento da empresa desenvolvedora. Essa questão é essencial no caso de alguma dúvida ou se você precisar de suporte.

A segurança dos dados também é uma questão a considerar na escolha do software para PME, já que você quer garantir que os dados de sua empresa estejam sempre seguros e acessíveis.

Neste post, eu mostrei que é preciso conhecer várias características da sua empresa e da sua gestão para optar por um software para PME. Essa é uma decisão muito importante para o futuro da sua organização, portanto siga minhas dicas e escolha com sabedoria!

Se ficou alguma dúvida ou se você quer conhecer soluções tecnológicas para a gestão do seu negócio, que tal entrar em contato conosco?

Read More...

Destaque, Empreendedorismo

O que fazer para ter um controle de estoque eficiente

Conseguir um controle de estoque eficiente é crucial para o sucesso de qualquer empresa, independentemente da sua área de atuação. Essa é uma realidade tão inevitável que, atualmente, vemos gestores e empreendedores debatendo sobre como aprimorar os recursos logísticos e as políticas de gerenciamento da sua cadeia de suprimentos.

Definitivamente, essa não é uma discussão descabida. Você já parou para pensar na quantidade de clientes e parceiros que uma organização pode perder por não ter um bom controle do seu acervo e dos seus produtos? Fica claro que é fundamental investir nessa seara e melhorar esse setor.

Ficou interessado? Então confira o conteúdo que preparei a seguir e descubra algumas dicas que podem fazer com que o seu negócio dê um salto de qualidade:

Tenha mão de obra capacitada

O primeiro passo para ter um controle de estoque eficiente é contar com funcionários capacitados, que possam realizar as suas funções e tarefas do jeito adequado. Pouco adianta adotar excelentes práticas no seu acervo e otimizar os processos se o seu material humano não tem qualidade suficiente para deixar tudo em ordem.

Obviamente, isso já deve começar na seleção da equipe. Invista na contratação de pessoas que tenham experiência na área e que possam agregar valor ao empreendimento. Como bons talentos nem sempre estarão disponíveis no mercado de empregos, você também pode investir em capacitação com treinamentos adequados.

Existem cursos interessantes sobre logística e controle de estoque. Noções de informática também são indispensáveis, especialmente se você tem a pretensão de informatizar esse setor no seu negócio. Ainda que a maioria dos programas do gênero sejam simples e intuitivos, quem não está habituado com as interfaces da computação pode ter dificuldades.

Também é possível investir em treinamentos internos. Os próprios colaboradores mais capacitados podem dar palestras e minicursos para os demais, ensinando os detalhes e as nuances dos serviços de inventário. Lembre-se de sempre estimular e recompensar esses procedimentos.

Solicite inventários periódicos

Uma das melhores dicas para ter um controle de estoque eficiente é a produção de inventários periódicos. Essa atitude é fundamental para conhecer efetivamente o seu acervo, evitando perdas e retrabalho, ajustando os saldos, monitorando desvios e analisando se tudo está dentro dos critérios estabelecidos e esperados.

Outra maneira de implementar esse procedimento no seu empreendimento é com a adoção dos inventários rotativos, que têm se mostrado uma prática moderna e desejável em diversos segmentos. Ele consiste em fazer essa apreciação por amostragem dos artigos com mais rotatividade. A precisão é menor, mas ele é feito bem mais rapidamente.

Adote o uso de métricas

Outra prática indispensável é a adoção de métricas. Elas ajudam a controlar o estoque e também fornecem informações valiosas sobre o desempenho dos negócios e sobre a conquista ou não dos resultados esperados, embasando os gestores na tomada de decisões mais acertadas sobre o acervo.

Entre os indicadores mais utilizados nos dias de hoje, podemos citar o Tempo de Ciclo, que demonstra o período exato que o produto leva para chegar, desde o envio do pedido ao fornecedor até a entrada no seu local de armazenamento. Com essa métrica, o gestor sabe com quanta antecedência precisa fazer uma encomenda para que não fique descoberto.

Outra medida importante é o Consumo Médio, que demonstra a quantidade consumida de um item em um determinado intervalo de tempo. Sua principal função é determinar o número de mercadorias que você precisa ter na reserva para não correr o risco de deixar algum cliente insatisfeito.

Temos também a Cobertura do Estoque, que serve para indicar quão suficiente o seu inventário atual será para atender as demandas médias de compra. Ela é calculada por meio do cruzamento do número de mercadorias que você possui no momento com a sua previsão média de vendas.

Trabalhe com fornecedores de confiança

Outra prática importante, mas que muitas empresas acabam não adotando por questões econômicas, está em trabalhar apenas com fornecedores de confiança. É preciso ter em mente que o preço não é tudo e uma economia discreta com uma compra pode acabar se convertendo em um tremendo prejuízo no futuro.

Para ter um controle de estoque eficiente, você deve fechar parcerias que cumpram os prazos estabelecidos e jamais o deixem na mão. Leve em conta fatores como a credibilidade no mercado, a responsabilidade, a qualidade, a confiabilidade, o tempo de entrega e a disponibilidade. Invista nesse relacionamento e escolha com inteligência.

Faça uso adequado de promoções

Outra atitude estratégica para ter um controle de estoque eficiente é o uso adequado de promoções. Muitos gestores não encaram essa estratégia dessa maneira, mas o fato é que elas servem para que você regule o seu nível de mercadorias, se livrando de itens encalhados e renovando o seu acervo.

De quebra, você consegue atrair mais publicidade e pode conquistar ou até mesmo fidelizar clientes. Esse tipo de ação é indicada, sobretudo, para aqueles empreendimentos que têm uma necessidade mais elevada de liberar rapidamente espaço, especialmente as que trabalham com artigos perecíveis.

Adote um software de gestão

Por fim, adotar um software de gestão pode ser tudo o que faltava para sua empresa finalmente ter um controle de estoque eficiente. Com esse tipo de sistema, você consegue ter um excelente controle logístico e ganha um tremendo diferencial competitivo. Nos dias de hoje, temos uma infinidade de programas específicos do gênero.

Com uma precisão e uma praticidade de alto nível, você poderá abandonar de vez as planilhas de papel. Você terá um controle perfeito de suas compras e suas vendas, podendo cruzar essas informações em tempo real. Além disso, o software indicará prazos, alertará quando um artigo estiver com os níveis abaixo do desejado, integrará as equipes e muito mais.

Definitivamente, esse é um investimento com retorno garantido e excelente custo-benefício, que pode melhorar o desempenho e tornará o dia a dia do seu empreendimento imensamente mais tranquilo e eficaz.

E agora, já descobriu o que fazer para ter um controle de estoque eficiente? Ficou interessado e está pronto para adotar essas práticas? Então assine nossa newsletter e receba mais artigos como esse em primeira mão!

Read More...

Empreendedorismo

Planejamento estratégico: 4 formas de empreender em 2017

Toda empresa se esforça para fazer algo único, como resolver um problema ou atender uma nova demanda que está à frente do seu tempo, no entanto, os casos de sucesso são para poucos que conseguem aliar a criatividade ao planejamento estratégico.

Nesse sentido, espera-se que o ano de 2017 promova um clima favorável para novas oportunidades em muitos setores ao redor do mundo, o que não será diferente no Brasil. Com o grande aumento da população, há uma demanda cada vez maior por tecnologia, alimentação saudável, moda e várias outras tendências para explorar.

É justamente por essa razão que eu trouxe para vocês 5 dicas para empreender de forma inovadora e faturar bastante no próximo ano. Ah, e não importa se você já tem uma empresa e ou se a intenção é começar com um novo projeto. Venha se inspirar e aprender um pouco mais!

1. Negócios digitais

Esse é o mercado do momento, e basicamente qualquer tipo de profissional pode encontrar uma oportunidade para estabelecer um negócio digital com base no que faz de melhor. Lembrando que nem sempre é preciso investir uma fortuna para começar, já que o que mais importa aqui é a visão empreendedora.

Confira as duas principais tendências para o próximo ano:

E-commerce

Segundo uma pesquisa elaborada pelo portal Ebit, que estuda os índices das vendas online no Brasil, só o primeiro semestre de 2016 movimentou cerca de R$ 20 bilhões, um aumento de 5,2% em relação ao ano anterior. E os números são ainda maiores para 2017.

O e-commerce é também uma ideia interessante para quem quer expandir as vendas e oferecer os produtos e serviços da loja física nessa plataforma digital. A legislação é simplificada e não há barreiras para alcançar novos públicos nesse mercado promissor.

Consultoria online

Um dos principais benefícios que a tecnologia trouxe para profissionais especializados. A consultoria virtual pode funcionar como modelo home office ou com pequenas equipes, onde o importante é garantir a qualidade e transparência dos serviços. É uma ótima oportunidade para quem tem qualificação, mas não quer investir muito dinheiro.

2. Franquias

Vocês já leram meu artigo sobre as fases para aprender a lidar se escolher abrir uma franquia? Se a sua ideia é seguir esse caminho, não deixe de conferir, eu tenho muitas dicas interessantes para compartilhar lá!

Mas não pare por aqui, você sabe o que o ano de 2017 vai trazer para agregar valor no segmento de franchising? Veja o que encontrei em minhas pesquisas:

Quiosques

Com possibilidade de trabalhar em grandes marcas, mas em um modelo de negócios mais enxuto e barato, os quiosques são uma ótima oportunidade para quem quer se tornar um franqueado de sucesso. São diversas opções: beleza, artigos esportivos, alimentação ou bebidas.

Tudo depende onde você prefere atuar, mas em geral, essa estrutura costuma ser um ótimo investimento para empreendedores que querem diversificar a atividade. Além de tudo, são bem lucrativos e é possível contar com o suporte da franqueadora.

Serviços

Não se engane: abrir uma franquia não é algo exclusivo para quem quer vender produtos. Se você é especialista em alguma área, mas não tem prática em elaborar um plano de negócios, essa pode ser a oportunidade que faltava. Medicina, TI e gestão financeira contam com boas projeções para 2017.

3. Alimentação

Esse setor apresenta resultados excelentes para quem pretende abrir um novo negócio. Veja o que os especialistas recomendam para o empreendedorismo no setor:

Comida saudável

Não só no Brasil, mas em todo mundo, a alimentação saudável é responsável por movimentar bilhões, além de ser um mercado cheio de possibilidades. Onde temos cada vez menos tempo, achar uma solução para atender um público específico é o que pode trazer mais rentabilidade.

Um grande exemplo foi o da empresa Uuulalá, projeto de um grupo de empreendedoras em São Paulo para entregar sucos saudáveis de forma sustentável. A ideia foi criativa e ainda pouco explorada na cidade, onde um planejamento estratégico se fez presente para alcançar a estimativa de lucros na casa dos R$4 milhões no ano passado. Não é um bom negócio?

Food Trucks

Estrutura simples e inovadora, capaz de entregar produtos frescos e com qualidade artesanal. A versatilidade é um ponto forte, impulsionando esse novo modelo como uma grande tendência para quem deseja investir em alimentação nos próximos anos.

São diversos layouts de apresentação, onde o que importa é a criatividade e comida boa, já que recebem uma excelente aprovação do público. A crescente demanda já fez com que várias cidades criassem encontros gastronômicos de restaurantes móveis.

4. Investir em aplicativos e softwares

Mesmo com as dicas anteriores, se você já possui uma empresa e quer melhorar o desempenho da atividade, a dica que deixo é aplicar os recursos em capacitação e tecnologia para padronizar a produção e automatizar os processos de gestão.

Confira onde investir para trazer benefícios em seu planejamento estratégico durante o ano de 2017:

  • Aplicativos de gestão: praticidade e melhora no desempenho do negócio.
  • Cursos de administração: personalizar sua empresa e acompanhar o mercado.
  • Antivírus: proteção extra para dados e e-mail.
  • Computação na nuvem: redução de custos e mobilidade para seu gerenciamento.

É importante conhecer bem o que você pretende investir, portanto, buscar aplicativos que podem ser testados antes da compra, já que isso é um grande diferencial. Para entender melhor esse tema, recomendo que você leia meu artigo sobre o que é um sistema de gestão para entender melhor como ele vai facilitar o trabalho na sua empresa.

5. Atenção às tendências e novos negócios

A melhor forma de escolher o investimento certo é acompanhar como o mercado movimenta e buscar soluções inteligentes para os setores que ainda carecem de um serviço de qualidade. Lembre-se: o conhecimento e a vontade de crescer são seus principais aliados em uma jornada empreendedora, sendo assim, fique por dentro das novidades e técnicas para seguir na direção correta.

Bom, se você chegou até o fim desse post, isso significa que você tem determinação e gosta de pesquisar bastante antes de colocar em prática seu planejamento estratégico para 2017. Não perca nunca o foco e lembre-se de que pode sempre voltar aqui para aprender um pouco mais.

E então, gostou dessas dicas? Não esqueça de compartilhar nas redes sociais, quem sabe alguém da sua rede quer embarcar no empreendedorismo e virar seu sócio? Espero você aqui nos próximos artigos!

Read More...

Tecnologia

Quais ferramentas de gestão minha empresa precisa ter?

É amigo, ser empreendedor exige de nós uma grande capacidade para cobrar o escanteio e correr para cabecear. Desde a ideia do negócio até o acompanhamento de cada atividade como se fosse uma equipe mas, na maioria das vezes, estamos sozinhos. Pensando nisto, resolvi montar uma lista de ferramentas de gestão para minimizar este gasto de energia e, consequentemente, gerar mais tranquilidade em sua rotina.

Para organizar as ferramentas eu separei algumas áreas principais de todo negócio: Estratégia; Marketing e Vendas; Finanças; Gestão de Pessoas; Administrativo e Operacional; Logística; Jurídico e um Plus ao final.

Estratégia

Nem todo mundo tem paciência para fazer seu Plano de Negócio e ele não é apenas para quem vai iniciar um, mas para quem já está em andamento e pretende se reorganizar.

Na verdade, hoje em dia o Plano de Negócio é um segundo passo. Antes de tudo as empresas precisam elaborar o Modelo de Negócios, que nada mais é do que um gráfico com nove quadros onde é possível visualizar a empresa desde clientes até principais recursos e parceiros.

Marketing e Vendas

Para as vendas nada é mais importante do que os clientes. Afinal esses são os responsáveis pela entrada de recursos e para isto foram criados softwares chamados CRM (Costumer Relationship Management) usados por empresas para tratar sua base de clientes.

O Vouclicar.com possui um CRM capaz de controlar vendas, centralize dados de clientes além de organizar a prospecção de oportunidades e o trabalho da equipe de vendas, distribuindo metas e fazendo a avaliação dos vendedores.

Para quem investe em seu canal de vendas e marketing online, nada melhor do que atrair audiência com o RD Station, um dos maiores softwares de marketing digital do Brasil.

Um investimento necessário para o marketing online é a produção do próprio site, que traz uma imagem pais profissional para a empresa. O Wix é um site que propicia fazer isto gratuitamente e sem a necessidade de uma empresa de webdesign.

Finanças

Sem finanças a empresa não sobrevive, isto nos leva a imaginar que temos que ganhar mais dinheiro, porém, existem empresas que ganham dinheiro, mas não conseguem controlar seu fluxo de caixa. Que por sinal este é um dos principais patrimônios de uma empresa e é deixado para trás em muitos casos. O Vouclicar.com possui uma solução interessante para esta finalidade, o Gestão Plus que além de realizar toda gestão financeira, como fluxo de caixa, também emite notas fiscais, tem como funcionalidade controle de estoque, emissão de ordem de serviço, módulo PDV e mais.

Gestão de Pessoas

Se a sua equipe está crescendo e precisa de mais controle sobre as tarefas, o Runrun.it é uma ótima saída. Software capaz de fazer gestão de tarefas, do tempo disponibilizado para elas e o desempenho dos colaboradores, ótimo para estimular a produtividade. O Agendor, por sua vez, tem um maior foco em vendas, ótimo para organizar também o setor de vendas.

Administrativo e Operacional

O setor administrativo e operacional é o coração do negócio. Na verdade, o empreendedor se divide em diversas funções em todo o processo de seu negócio e na maioria das vezes não consegue executar com excelência nenhuma tarefa. Tem como fazer várias coisas ao mesmo tempo com excelência? Tem sim, hoje em dia as empresas utilizam os ERS (Enterprise Resource Planning) que nada mais são do que softwares capazes de fazer o controle financeiro, fiscal e contábil da companhia, agregando informações sobre recebimento de receitas, pagamento de despesas e, ainda, levando em consideração o custo de tributo em cada uma das operações.

Logística

Para empresas que necessitam de controle de frota veicular, o acompanhamento é vital, esta dica aqui vale para aquelas empresas que, obviamente, transportam mercadorias. Existem ferramentas que integram todo o processo, desde transações, controle de gestão, análise de decisão e planeamento estratégico.

Um Plus para você

Essas ferramentas eu nem cataloguei acima. Em minhas últimas experiências, fiquei muito animado com uns aplicativos de construção coletiva. Tanto para você e sua equipe como para consultores e parceiros acompanharem em tempo real algumas atividades.

O Google Drive é uma mão na roda para armazenar seus arquivos nas nuvens e de maneira gratuita, principalmente para quem já possui conta no Gmail. O mais bacana são as ferramentas internas para edição nas nuvens como os editores Google Docs (para textos), Google Apresentações (para slides) Google Planilhas (planilhas ainda são muito importantes para organizar negócios), dentre outros produtos do Google. O mais interessante é a ferramenta de compartilhamento de tarefas, onde vários usuários trabalham no mesmo documento, apresentação e planilha em tempo real.

Nesta mesma modalidade de ferramentas para armazenamento, organização e edição nas nuvens temos ainda o Dropbox. O primeiro é um dos mais populares e pioneiros e o segundo veio alavancado entre os produtos da Microsoft. Gosto de utilizar vários, porém, tive uma ótima experiência com o OneNote e a organização de algumas anotações.

Já ouviu falar em Mapas Mentais? Normalmente são utilizados para organizar informações e trabalhar a criatividade em diversas situações. Neste tipo de solução o MindMeister se destaca.

Entenda melhor as Ferramentas de Gestão

Enfim, em um mundo cada vez mais tecnológico vemos o surgimento de aplicativos, softwares e outras ferramentas de gestão elaboradas para permitir um maior controle dos negócios de maneira prática, proporcionando certa economia de tempo e energia que sempre gastamos nestas funções.

Espero que tenha gostado. Quais destas ferramentas você utiliza, já utilizou ou pretende utilizar em seu negócio? Ah, e não se esqueça de compartilhar suas experiências (ou outras ferramentas) aqui no espaço de comentários!

Read More...

Tecnologia

Software financeiro grátis: vale a pena utilizar um?

A gestão financeira de uma empresa permite que os empresários analisem, planejem e controlem suas contas. Ela proporciona aos empreendedores uma maneira de visualizar a situação do caixa da organização, para que possam tomar atitudes que visem sempre o lucro. Uma gestão financeira falha, na grande maioria das vezes, é responsável pelo fracasso de uma organização. Por isso, é importante que se tenha uma administração financeira de qualidade.

Ter um controle financeiro mensal do empreendimento deve ser uma das prioridades dos gestores, e utilizar softwares financeiros pode ser uma ótima opção para auxiliar os empreendedores. Caso você não esteja disposto a investir algum dinheiro nesse tipo de recurso, existem os softwares financeiros grátis. Porém, é necessário ressaltar que, por serem gratuitos, eles são menos completos, não oferecem segurança de dados e não há suporte do fornecedor.

Vou te mostrar agora alguns dos principais softwares financeiros grátis e os pontos principais de cada um. Confira e veja qual melhor se adéqua as suas necessidades!

Meu Dinheiro Web

Esse software possui um sistema financeiro online empresarial e pessoal e é fácil de ser usado. Nesse software financeiro grátis, o gestor pode fazer os lançamentos de suas receitas e despesas todos os dias, ou quando preferir. Ele possui um sistema que avisa o usuário da data de recebimentos e pagamentos através de mensagens enviadas por email. O Meu Dinheiro Web possui ainda versões para celulares, Android ou IOS. É um software gratuito completo, com gerenciador de cartão de crédito, importação de extratos bancários, metas de economia, entre outras funções.

Bônus

O Bônus é um software financeiro grátis online, assim como a maioria. Nele, o empreendedor pode lançar suas entradas e saídas do fluxo de caixa, obtendo assim uma visão completa das finanças da empresa. Ele vai muito além de uma planilha de controle dos gastos, é um planejador e gerenciador financeiro gratuito. Apesar de não possuir uma grande quantidade de funções, ele permite que o usuário gerencie seus pagamentos e suas contas, tendo uma ideia de como os recursos financeiros da empresa estão sendo empregados.

QuickBooks ZeroPaper

O ZeroPaper foi desenvolvido para revolucionar a maneira de administrar as finanças de uma empresa. Nele, o empreendedor tem um fluxo de caixa completo à disposição, podendo extrair os relatórios de seus resultados, suas entras e saídas. O empreendedor ainda receberá alertas de pagamentos e contas a receber, podendo escolher pela opção de email ou mensagem de texto no celular. Além disso, é possível emitir boletos bancários, fazer consultas a CNPJ e CPF e certificados digitais. O software ainda permite que os usuários façam o backup dos dados sempre que julgar necessário!

Hábil Empresarial

É um software financeiro grátis que possui inúmeras funções e pode ser utilizado de acordo com as necessidades do usuário. Nele, você poderá fazer o controle completo do fluxo de caixa através das receitas e despesas. Também é possível ter acesso às contas a receber e a pagar, ter um controle bancário, agenda de contatos e de compromissos. Um diferencial desse software é a possibilidade de se fazer cadastro de clientes, fornecedores, produtos e funcionários.

Eu devo te lembrar que todos esses softwares são online, ou seja, é preciso ter uma conexão de internet ara utilizá-los. Para escolher o melhor software financeiro grátis é preciso que o gestor analise suas necessidades e preferências e ver qual se encaixa melhor no seu perfil.

E você, já utilizou um software financeiro grátis? Conte pra mim nos comentários! Aproveita pra conferir meu post com mais dicas sobre sistema de gestão!

Read More...

Empreendedorismo

Confira os melhores momentos do Vouclicar.com na Feira do Empreendedor

O maior evento de empreendedorismo do Sebrae aconteceu de 07 a 10 de fevereiro e teve mais de 110 mil visitantes

O ano já começa cheio de novidades para quem quer abrir o seu próprio negócio ou dar aquele gás para começar o 2015 com o pé direito na empresa. Quem acompanha o Guia sabe que de 07 a 10 de fevereiro, aconteceu a Feira do Empreendedor do Sebrae-SP, uma excelente oportunidade de negócios e atualização empresarial para todo micro e pequeno empresário. É claro que o Vouclicar.com, a empresa idealizadora deste portal de conteúdo, não ia ficar de fora!

Eu estive lá e pude conferir tudo o que a equipe preparou de novidade para apresentar nos 4 dias de evento. Além do interesse de todos os visitantes no extenso e variado portfolio de aplicativos de gestão e infraestrutura de TI, eles puderam conhecer melhor o nosso Guia Empreendedor – que, aliás, está de cara nova desde o evento. O que você achou do novo visual?

Teve jogo do Clico, uma oferta especial para quem estava no evento já começar a utilizar a tecnologia a favor do seu negócio, teve troca de conhecimento, várias horas de palestras e workshops… nossa, foram mais de 48 horas de atendimento!

 Confira a Feira em números:

Clico_feira

No vídeo abaixo, você pode conferir os melhores momentos do maior evento de empreendedorismo do Sebrae:

Read More...