Empreendedorismo

Os 4 principais desafios que um novo empreendedor enfrenta no Brasil

Muitas pessoas acreditam que os principais desafios enfrentados por um novo empreendedor no Brasil estão relacionados a ter ideias originais, encontrar o ponto de vendas mais adequado ou inovar sempre para aumentar as barreiras para que novos concorrentes atrapalhem seu negócio. Também acredito que esses sejam bons desafios, mas existem 4 outros que estão bem acima desses e que não podem ser controlados de forma individual pelo novo empreendedor, pois envolvem processos burocráticos e competição de mercado que dependem muito mais de boas políticas.

Neste post, apresentarei estes 4 desafios e alguns números relacionados a eles. Fique atento, pois conhecê-los é a melhor maneira para superá-los!

1º Desafio: Abertura de uma empresa

O Brasil é o 6º país mais burocrático em um ranking de 133 países pesquisados pelo Banco Mundial. Enquanto na Austrália uma empresa pode ser aberta em apenas 2 dias, no Brasil esse período é de 152 dias e envolve 17 procedimentos. Além disso, é quase impossível realizar todos os processos sozinhos. Eu mesmo tive que contar com assessoria jurídica e contábil na hora de abrir meu primeiro negócio.

2º Desafio: Tributação complexa

Ninguém gosta de pagar impostos, mas pior que isso é querer pagar, ter diferentes alíquotas e tributos incidindo sobre o mesmo produto ou serviço e não saber como recolher os impostos. Por exemplo, se sua empresa é de serviços ela deve pagar ISS, se for de produtos industrializados deverá pagar IPI. Se tiver lucro terá que pagar CSLL e se uma nota for superior a R$ 215,05, então terá que pagar PIS, COFINS e CSLL. Se for inferior a este valor, o imposto seria menor que R$ 10,00 e não precisaria ser pago. Entendeu? Se sua resposta for “NÃO!”, a minha será: “bem-vindo ao mundo dos impostos no Brasil!”.

A tributação complexa faz com que, mesmo desejando estar em dia com o governo, o novo empreendedor acabe se complicando e não recolhendo algum imposto. Ter uma boa assessoria contábil é uma saída!

3º Desafio: Formalizar seus colaboradores

É quase impossível realizar todas as atividades de uma empresa sozinho. Por isso, contratar pessoas que possam colaborar com você e com sua empresa é fundamental. O desafio aqui está no fato de que se juntarmos os valores pagos pelas empresas, mais os valores que os funcionários pagam para o governo, então teremos que o governo recebe 103% do valor bruto do salário de um funcionário.

No fundo, isso significa que sua empresa terá que fazer o dobro dos esforços para dar um salário adequado e digno aos seus colaboradores. Por outro lado, não assinar a carteira de trabalho de seus funcionários deixam eles e suas famílias expostos a imprevistos e acidentes, pois não contariam com proteções sociais, como auxílio doença, maternidade ou até aposentadoria por invalidez.

4º Desafio: A concorrência desleal da informalidade

Uma empresa que não paga impostos nem registra seus funcionários chega a ser 37% mais competitiva que uma empresa formal. Isso significa que ela terá mais dinheiro para investir em marketing ou maior margem para redução de preços. O que não é muito divulgado é que os funcionários de empresas formalizadas possuem uma média de produtividade 40% acima daqueles que trabalham para empresas informais.

Além desses 4 desafios principais, ainda existem aqueles relacionados ao conhecimento do mercado, preparação do empreendedor, definição de público-alvo, escolha de fornecedores e muitos outros que eu já citei ao falar dos 5 maiores desafios do dia a dia do empreendedor e sobre como superar os desafios de uma empresa no seu primeiro ano.

Você concorda com os 4 principais desafios que eu listei para os novos empreendedores? Tem algum que você acha mais importante que outro ou quer adicionar novos desafios? Então deixe sua opinião aqui no espaço para comentários!

You Might Also Like